Telhado é o nome dado a qualquer tipo de cobertura de uma edificação. Contudo, dentro do conjunto de coberturas, existem as lajes ou cúpulas.

O telhado é caracterizado por possuir planos inclinados e, como uma cobertura, sua principal função é proteger o lado interno de um prédio.

O Telhado embutido deve ser adaptado para proteger contra as intempéries do ambiente, tais como a neve, chuva, vento e aquecimento.

Esse tipo de cobertura acaba sendo o mais usado, porque ele promove a captação e distribuição das águas pluviais.

Além deste uso específico que soluciona o problema com a água, ele também é muito famoso por possibilitar uma construção em vários formas e modelos.

Qual a composição do Telhado?

O telhado é formado da estrutura, cobertura e condutores de água. Confira, a seguir, um pouco mais a respeito de cada um destes itens:

  • Estrutura – é o equipamento de apoio da cobertura, tem a função de receber as cargas verticais e distribuir ao restante da edificação. Pode ser de madeira, metálica, PVC, etc.;
  • Cobertura – é a parte que oferece a proteção, com a função de vedar. Ela pode ser de cerâmica, alumínio, concreto, aço, metálica, chapa galvanizada, entre outros tipos de telhas;
  • Condutores – são as calhas, Rufos e rincões, de chapas galvanizadas ou de PVC. No geral, sua função é drenar as águas pluviais. Eles escoam as águas das chuvas através desses acessórios.

Peças e acessórios para um telhado

Além dos itens essenciais listados acima, há certos acessórios que podem ser considerados indispensáveis para que o seu telhado funcione perfeitamente. Entre eles:

  • Espigão – é um divisor de água. Ele é uma aresta inclinada que recebe o encontro de duas águas que formam um pequeno ângulo, e acontece a divisão das águas;
  • Cumeeira – uma aresta horizontal delimitada pelo encontro de duas águas que estão situadas na parte alta do telhado;
  • Água – parte plana do telhado;
  • Rincão – também conhecido como água furtada, ele é um captador de águas;
  • Rufo – peça entre o telhado e a parede;
  • Beiral – projeção do telhado em alinhamento com a distância entre a parede;
  • Peça complementar – este permite o trabalho com os detalhes do telhado e é também essencial para a ventilação e iluminação do ático;
  • Fiada – uma série de telhas relacionadas à largura;
  • Vértice – o intersecção entre o espigão e a cumeeira.

Telhado Industrial X Telhados Convencionais

Existem muitos Modelos de telhados projetados, em especial, para se adequar ao clima da região e também proporcionar uma estética diferenciada para cada tipo de construção. Eles contam com o auxílio de diferentes tipos de telhas.

O telhado, independente do material utilizado, deve estar adequado à capacidade das paredes ou das estruturas em absorver seu peso. Afinal, sua função é proteger a parte interna da edificação.

O Telhado industrial é um dos itens mais sensíveis de uma construção. Seu formato tem que garantir uma adequação de recepção e de encaminhamento da água da chuva.

Por isso o projeto que pede o uso deste tipo de telhado deve ser feito por arquiteto ou engenheiros, porque por ser um material mais delicado, é importante também considerar a interferência de elementos como antenas, coletores de energia, aquecedores, caixas d’águas e qualquer outro elemento que instalado sobre sua superfície.

O que difere na utilização desses dois itens são o preço e a possibilidade de estética que as outras telhas oferecem.

Isolamento Térmico de um Telhado

O Isolamento térmico para telhado ocorre quando se aplica uma camada de revestimento de base acrílica, e estas são construídas com elementos capazes de refletir raios solares e isolar a temperatura nas coberturas.

A aplicação desse isolamento não, necessariamente, precisa de um projeto próprio, mas precisa ser aplicado por especialistas em termodinâmica.

Existem empresas especializadas no assunto que devem ter informações sobre as propriedades térmicas do material de construção e sobre as normas técnicas.

Como por exemplo, o desempenho térmico, eficiência energética das edificações e especificações sobre os produtos de isolantes térmicos, para poder recomendar o mais adequado.

Geralmente, o isolamento é feito com o uso de mantas térmicas.

Elas são feitas com alumínio que refletem o calor que vem das telhas, e também funciona como uma

Impermeabilização, uma vez que impede toda forma de ar, quente ou frio, barra a umidade e é totalmente impermeável, impedindo a passagem da água e direcionando-a à calha.

Os isolantes térmicos feitos com outros materiais como espuma ou plástico, têm menos eficiência para a função térmica e a possuem a desvantagem de se descolar facilmente, e acaba acontecendo a premissa do barato que sai caro.

Toda vez que se pensa em construção, devemos pensar em tempo de duração antes de comprovar que um equipamento é mais econômico.

O Preço de manta para telhado, além de um pouco mais cara é, sem dúvida, a mais econômica se vista por sua duração e qualidade.