A versatilidade de um produto ou material se deve à quantidade de utilidades atribuídas a ele e à facilidade do uso. Os objetos fabris, produzidos com metal, geralmente servem para mais de uma coisa e seu uso varia e permeia várias áreas do mercado.

Os tubos são um exemplo de tipo de produto versátil. Os tubos podem ser usados para diversas coisas, tais como:

  • Embalagem;
  • Encanamento;
  • Esgoto;
  • Estrutura para construção civil;
  • Condutos;
  • Estruturas de máquinas e peças de automóveis;
  • Etc.

Os tubos podem variar de acordo com material e tamanho. Eles podem ser produzidos em diferentes espessuras, diferentes diâmetros e resistências, tudo depende do seu uso final.

Uma diferença existente entre os tipos de tubo, é na fabricação. O processo de fabricação difere tubos com costura e tubos sem costura, que são usados para finalidades distintas.

Tubos com costura e tubos sem costura

Os tubos com costura são formados primeiro por uma tira de metal com a largura igual à circunferência do tubo desejado.

Essa tira de metal passa pelo maquinário, onde é dobrada em forma de tubo. E por fim, as duas extremidades da tira metálica, agora aproximadas nesse formato de tubo, são soldadas.

Os materiais utilizados, hoje, possibilitam que o material da costura seja, praticamente, tão resistente quanto o do resto do tubo.

Esse método de produção tem por vantagens: uma maior oferta de diâmetros, ou seja, mais modelos no mercado; preços mais baixos; e melhor acabamento superficial, interno e externo.

Já os tubos sem costura, são formados a partir de cilindros, que sofrem modificações, que os transformam em tubos.

Eles formam uma peça inteiriça, sem solda, e têm por vantagem maior confiabilidade, a possibilidade de fabricar tubos mais espessos do que os com costura, e os mercados cativos, que são as ocupações que necessitam de tubos sem costura, como a energia nuclear.

Materiais dos tubos

Os tubos feitos de ferro são muito utilizados por serem versáteis. Eles podem ser utilizados para estrutura de cercas, por exemplo, e outras estruturas na construção civil.

O tubo de ferro redondo preço pode custar por volta de R$20,00 o metro, dependendo do diâmetro, do acabamento, e da região.

Os tubos redondos são muito usados também para condutos. Usados para transporte de esgoto, transporte de água, gases, até fios elétricos (são chamados de eletrodutos).

Os tubos de ferro fundido têm como grande vantagem a resistência ao choque, por isso são excelentes para esgoto e, também, para tubulações que ficarão expostas, como tubos de ar condicionado e sistemas de alta pressão de água.

Fora os tubos redondos, também, são fabricados tubos quadrados e retangulares, que são utilizados, na geral, para estruturas de construção civil, automóveis, máquinas e, até, mobília.

O tubo de cobre é muito utilizado nos projetos hidráulicos no Brasil. Ele é mais resistente a choques do que os tubos de plástico, e também mais resistente do que o de ferro. Tem dado lugar aos tubos de plástico nas edificações menores, principalmente.

O tubo pp (tubo de polipropileno), é muito resistente à corrosão e, por isso, é muito indicado para sistemas de esgoto.

A vantagem dele sobre o tubo de pvc é ser mais resistente a químicos e à temperatura, principalmente temperaturas altas de óleo quente, comum em cozinhas.

Os tubos de metal, com os de aço, podem ser feitos com o processo de galvanização, para revestir-lo com um metal mais resistente.

O tubo galvanizado, apesar de ter um custo um pouco maior, apresenta também maior resistência e pode ser uma opção melhor para área externa.

Tubo de plástico X Tubo de metal

Os tubos de plástico são muito utilizados na maioria das residências modernas. Não apenas o PVC, como também o PP, são prediletos por serem, em geral, mais fáceis de instalar.

De fato, a grande vantagem dos tubos plásticos é a instalação e o reparo, que são práticos. Eles são mais leves, mais fáceis de cortar, mais fáceis de soldar e, em caso de necessidade, mais fáceis de reparar.

Todavia, os tubos metálicos são bem mais resistentes ao choque, e a possibilidade de precisarem de reparos é menor.

O tubo de cobre é um dos preferidos para instalações de água quente, por suportar altas temperaturas. Para os tubos metálicos uma curvadora de tubos pode gerar o ângulo desejado, sem emendas.