Determinar a cor e a tonalidade da pintura de um ambiente, é um passo muito importante, que interfere e influencia em toda a decoração posterior, bem como, o design visual pensado para o espaço.
As cores de parede, transmitem mensagens sobre o ambiente e causam sensações, como, por exemplo, ampliação ou redução do local (a percepção em relação às medidas dos cômodos, é feita com a utilização de cores mais fechadas ou abertas ou com a combinação dessas cores de casas), mais iluminação ou mais escuridão, mais alegre ou mais calmo, mais agressivo ou mais sereno, entre outros.

Dessa forma, uma boa análise do mostruário de cores da tinta que irá aplicar, é fundamental – é importante ressaltar também que, se deve sempre utilizar a tinta testada pois, há variação de tonalidades entre as marcas.

Qual tinta aplicar?

Para a pintura externa de casas não é diferente, porém, abrange uma influência ainda maior: a casa causará uma sensação em todos os vizinhos ou pessoas, que passarem por lá.

A pintura deve ser feita de acordo com a arquitetura da casa, e do material em que a parede externa foi construída.

Para paredes feitas em alvenaria, as tintas acrílicas são as mais recomendadas: as tintas foscas, são melhores aplicadas para revestir paredes sem massa corrida, enquanto as tintas acetinadas e de semi brilho, são ideais para as paredes feitas com acabamento em massa corrida, por serem de superfície mais lisa.

As pinturas podem ser tipificadas, de acordo com sua composição, como por exemplo:

  • Pintura homogênea: é a pintura mais comum para o lado de fora das casas, e trata-se da utilização de apenas uma cor para revestir toda a área;
  • Tons de terra: tem esse nome pois, seu tom se assemelha a cor do tijolo tradicional. É mais usado em casas de campo, causando a sensação da casa estar integrada junto à natureza à sua volta;
  • Composição colorida: é uma estética mais popular em cidades litorâneas ou do campo. Trata-se de uma pintura com diversas cores vivas mas, que conversam entre si. Sensação é de alegria pura;
  • Tinta ocre: a cor ocre é um dos tons de terra mas, em uma composição mais suave de amarelo e é opção para casa no geral;
  • Tons de cinza: abrange todas as tonalidades do cinza, de forma a configurar casas com ares modernos e sóbrios. Combina com detalhes em branco na fachada;
  • Tom sobre tom: trata-se da escolha de duas tonalidades diferentes, da mesma cor escura para a maior parte da parede e mais clara para detalhes da fachada;
  • Ares românticos: trata-se da utilização somente de tintas em cores mais suaves, possibilitando um resultado mais delicado e sereno.

Independente das cores de tintas para parede, a pintura precisa ser feita de tempos em tempos para manter a aparência ideal.

Saiba mais sobre a pintura predial

A pintura predial, consiste na execução ou revitalização da pintura da fachada e do interior de qualquer edificação, com pavimentos residenciais ou comerciais.

A realização do revestimento em tintas desses prédios, requer normas regulamentadores e profissionais técnicos, por tratar-se de uma função exercida em altura.

Para garantir a segurança dos pintores prediais, os principais equipamentos e instrumentos utilizados são:

  • andaimes (estruturas de metais para serviços em grandes alturas);
  • elevadores;
  • cabos de aço;
  • balancim (popularmente conhecido como “cadeira suspensa”);
  • trava quedas (mecanismo fixado na cadeira que interrompe uma possível queda e auxilia na descida durante a execução do serviço);
  • talabarte (espécie de cabo preso ao cinto de segurança e ao ponto de ancoragem, ou seja, o ponto fixo para proteção extra);
    cinto “estilo paraquedista” (principal peça de proteção e item obrigatório na realização dos serviços).

O serviço, basicamente, é feito nos seguintes passos: limpeza e lixamento das superfícies; preparação da tinta; correção de imperfeições com massa acrílica; uniformização para retirar o excesso da massa aplicada; uma camada de selador e, por fim, a pintura.

A Pintura Predial requer profissionais técnicos que seguem à risca as normas regulamentadoras a fim de não colocar em risco sua segurança e dos demais.

Conhece as vantagens da pintura a base de epóxi?

A pintura epoxica para pisos, é um revestimento aplicado no chão e que apresenta alta durabilidade.

Esse revestimento é possível através da base de epóxi – reação química que tem dois elementos como base, sendo resina e endurecedor – e pode ser utilizado em outras superfícies também, como a parede.

O epóxi oferece alta proteção e resistência, a produtos e substâncias químicos, por ser um composto extremamente duro.
Essa pintura, reveste uma variedade de pisos nos setores comerciais e industriais, como fábricas, lojas comerciais e de varejo, plantas industriais, armazém, hospital, garagem, por exemplo.