A construção civil é um setor que está se expandindo constantemente, e fica óbvio o motivo quando entendemos que ele ajuda no desenvolvimento e construção de prédios, casas, pontes, e qualquer que for o projeto de construção, gerando empregos e renda.

Por ser um mercado aquecido, é também um setor que se desenvolve constantemente em seus materiais e serviços.

Um exemplo disso é a nova leva de tipos de revestimento que vem sendo usados, cada um com uma nova utilidade, e claro, um preço competitivo. Esses novos produtos permitem que esse setor consiga se desenvolver de forma rápida, eficiente e também muito constante.

O uso de tecnologia e, principalmente, da química dos materiais tem possibilitado que a construção civil adentre cada vez mais em pontos específicos das obras.

Anteriormente, um dos carros-chefe da construção civil era o revestimento de piso laminado. Um piso que é muito resistente e usado até hoje, esse revestimento causou uma revolução no mundo da decoração.

O ponto importante é que a construção civil sempre tem procurado modificar seus processos para torná-los mais eficientes e um desses processos é a impermeabilização, tanto de pisos como de telha, laje e outros sentidos.

Impermeabilização: apontamentos

A impermeabilização, na verdade, é um processo que visa a tornar uma superfície resistente à infiltração da água, desse modo permitindo que as estruturas sejam garantidas. É um processo muito importante para as construções, pois evita as infiltrações que pode ocorrer.

Existem diversos modos de se fazer a impermeabilização, que pode ser feita tanto por modelos tradicionais, como por aquelas que usam impermeabilizantes que não precisam de grandes obras para serem feitas, como o uso da manta termica para telhado, que além de ser um isolante térmico, serve como impermeabilizante.

Por que impermeabilizar?

Antes de prosseguirmos, precisamos entender a importância da impermeabilização. Primeiramente, é usada em todas estruturas de construção, incluindo diversos processos, como em fundações e subsolo.

Os impermeabilizantes permitem a durabilidade da construção, e assim, evitam as preocupações com infiltrações e danos que podem ser irreparáveis em alguns casos..

Um dos impermeabilizantes que vêm sendo usados é chamado epóxi autonivelante, que é um porcelanato líquido com características impermeabilizantes. Além desse, há outros tipos, que veremos mais adiante..

A impermeabilização também é muito importante para proteção de patrimônios, além de cuidar da saúde de pessoas que trabalham em determinados locais, pois evita que sejam proliferados fungos e bactérias.

Também permitem a prevenção de acidentes, por evitar a infiltração nas estruturas. Assim, a impermeabilização é importante para qualquer edificação como:

  • Túneis;
  • Pontes;
  • Lajes;
  • Telhados.

Tipos de impermeabilizantes

Existem dois tipos principais de impermeabilizantes e de impermeabilização, os dois tipos são rígidos e flexíveis.

A escolha de qual tipo usar depende das condições do lugar, como a umidade, a incidência das chuvas e também sobre a tendência da movimentação da estrutura, etc.

Os materiais rígidos são impermeabilizantes que possuem aditivos químicos que podem ser incorporados à argamassa ou então adicionados ao concreto na hora da cobertura.

Esse tipo de impermeabilizante é comercializado sob os nomes de cimento polimérico, cristalizante e resinas epóxis, como o epóxi autonivelante preço.

Os materiais rígidos são indicados para locais onde a modalidade da estrutura é menor, como abaixo da linha do solo, assim, indicados para fundações, pisos internos, piscinas aterradas, contenções e etc.

Os materiais usados nos sistemas flexíveis são aquelas mantas pré-moldadas ou então misturas moldadas no local da instalação, e podem ser feitas com fibra flexível de poliéster ou outros materiais.

Quando esses tipos de estruturas secam, é formada uma membrana protetora no local. São indicados para serem usados em lajes, terraços, estacionamento, reservatórios suspensos, piscinas e banheiros.

Tipos de argamassa polimérica

A argamassa polimérica é um tipo de impermeabilizante chamado de semi-flexível, usado por diversos tipos de elementos estruturais. São usados em diferentes aplicações, como em subsolos, poços de elevador, murros de arrimo, vigas baldrames e outras aplicações.

Aditivos hidrófugos

São aqueles aditivos incorporados à argamassa, de modo a torná-las resistentes a água. É uma solução simplificada por trazer custos menores. É sempre feita durante o período da obra.

Assim, existem outros tipos de procedimentos impermeabilizantes, cada qual adequado a uma obra. A impermeabilização é um procedimento muito importante para que a obra tenha segurança e tranquilidade.