Estar por dentro dos equipamentos utilizados é uma obrigação de todos os profissionais que trabalham diretamente com o setor da construção civil, em especial no caso de demandas mais específicas e complexas.

No artigo a seguir, acompanhe alguns desses dispositivos essenciais para diversas tarefas no canteiro de obras e saiba como cada um deles oferece o melhor desempenho para a edificação.

Estacas-prancha

estaca prancha metálica é constituída de perfis de metal que são justapostos e cravados no solo durante a execução da obra com o objetivo de criar uma cortina de contenção.

Dessa forma, demandas de contenção vertical são muito bem atendidas com o uso dessa estaca.

Ao formar uma contenção impermeável, ela oferece vantagens de alto desempenho tanto em soluções definitivas quanto provisórias.

Além disso, a estaca-prancha possui alta taxa de aplicabilidade e, portanto, pode ser encontrada em diversas obras de infraestrutura, sendo utilizada em:

  • Terminais portuários
  • Passagens de nível (vias e rodovias)
  • Contenção de valas (água e esgoto)
  • Proteção de acesso (túneis)

Uma dica muito importante é realizar a devida sondagem prévia do solo antes de aplicar esse tipo de estrutura, pois seu mecanismo depende de algumas condições de estabilidade oferecidas pelo terreno e suas características (relevo, umidade, etc).

A dimensão para comprar esse material é em metros quadrados e a sua execução é extremamente rápida. Isso sem falar que ela pode atingir significativa profundidade durante a cravação, servindo de escora para estruturas maiores.

Ainda assim, é importante tomar cuidado com os ruídos gerados e com a dificuldade de cravar solos mais duros e resistentes.

Variedades e tipos

Existem diversos tipos de estaca-prancha e nem todas são de metal. Isso porque alguns modelos disponíveis no mercado atualmente são constituídos de materiais como o Plástico Reforçado com Fibra de Vidro (PRFV).

Que é um exemplo de máxima resistência à água do mar e à processos corrosivos gerados por ela quando em contato com a estrutura.

Além de contar com recursos como a carreta prancha, é possível encontrar diferentes geometrias e propriedades em cada tipo de perfil que é usado na montagem das estacas.

Os tipos mais comuns são o AU, o AZ e o combinado HZ/AZ, que faz uso da combinação com vigas para alcançar ainda mais profundidade do solo.

Existe, ainda, o tipo chamado “de alma reta”, que são planas e muito flexíveis, de modo que podem ser aplicadas em estruturas cilíndricas e em demandas que exigem resistência a tração em conectores.

Equipamentos Bobcats

As máquinas bobcats se tornaram uma grande referência no mundo inteiro e oferecem uma série de vantagens para variados tipos de construção.

Isso porque uma grande variedade de produtos, como mini escavadeiras, mini tratores e implementos diversos, podem ser utilizados para agilizar o processo no canteiro de obras.

Dessa forma, as ainda mais rentáveis Bobcat usadas combinam economia de custos com um desempenho eficiente e ágil.

A principal característica dessas máquinas, além da alta qualidade, é a rapidez que ela leva à obra, conferindo mais autonomia em diversos momentos.

Manipulador pneumático

Manipulador de carga é muito importante na manufatura e também na manipulação, como diz o próprio nome, de variados tipos de materiais.

Cada modelo é desenvolvido para o tipo de material com o qual ele vai trabalhar, gerando mais precisão na execução de cada atividade e otimizando a obra.

Entre suas principais vantagens está que os manipuladores não exigem esforço desnecessário e são operados por apenas uma pessoa.

Além disso, eles proporcionam:

  • Agilidade e precisão
  • Baixo consumo energético
  • Formatos ergonômicos
  • Diversidade de modelos
  • Redução de risco de acidentes
  • Resistência térmica
  • Economia de custos

Compostos por elementos articulados e alta tecnologia, esses equipamentos mecânicos possuem a capacidade de funcionar a partir da força do ar coletado, que é consumido como energia para a movimentação.

Desse modo, eles são indicados para montagem de buchas, pega caçambas, pega pneu, peça compressores, pega bobina, geladeiras, etc.

Fundações

As fundações também são essenciais no canteiro de obra de qualquer projeto comprometido com o sucesso, a segurança e a estabilidade. Os dois tipos de fundações existentes são: rasas (diretas) e profundas (indiretas).

No primeiro caso, as cargas são levadas ao solo através do uso de elementos superficiais e não há a exigência de equipamentos de grande porte para que ela seja cravada.

Já no segundo caso, as fundações são cravadas nas camadas mais profundas do solo e, por isso, demandam a necessidade de equipamentos especializados na escavação que auxiliem em todo o processo.

O mais importante é sempre utilizar produtos de qualidade e procedência garantidas, evitando acidentes e prejuízos, sem falar na atuação qualificada de profissionais da área devidamente capacitados pata exercer as várias funções da construção civil.