Quando a construção civil tem finalidade comercial ou industrial, é preciso se ater a algumas regras para tornar esse ambiente seguro e adequado.

Afinal, além do Treinamento para em trabalho em altura, quando necessário, os trabalhadores precisam de um espaço que não seja insalubre ou perigoso para o desempenho das atividades profissionais.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é um dos órgãos reguladores que fornece informações e direcionamentos sobre como as instalações precisam ser e quais projetos são necessários para a edificação.

Um dos projetos mais conhecidos em relação à segurança é o de proteção contra incêndio e pânico, que é, inclusive, uma obrigatoriedade que as empresas precisam seguir.

De acordo com a Lei Federal nº 13.425, toda edificação comercial precisa ter um plano de prevenção contra incêndio e situações de emergência.

Isso quer dizer, que além das instalações convencionais, a empresa precisa se preocupar com acessórios como Placa fotoluminescente, alarmes contra incêndio, extintores e equipamentos semelhantes.

Quer saber mais detalhes sobre as funções desses e outros acessórios? Continue lendo este artigo e confira 3 soluções que não podem faltar na construção de uma empresa.

1. Aposte na Placa fotoluminescente

Entre as recomendações da ABNT para uma construção mais segura, a instalação de itens de sinalização como a Placa fotoluminescente se destaca. Na prática, essas placas são luminosas, visíveis até no escuro e facilitam a orientação das pessoas em situações de emergência.

Essas placas são obrigatórias em áreas de risco da empresa e o objetivo é alertar as pessoas sobre o perigo de incêndio e facilitar a localização de saídas de emergência e equipamentos, caso haja alguma situação adversa no prédio.

As placas de segurança, assim como as placas de transito, são conhecidas por frases específicas, como “porta corta-fogo”, “perigo”, e “atenção”.

Para que elas cumpram sua funcionalidade dentro do projeto, é importante certificar-se que:

  • Os materiais são fabricados de acordo com a NBR 13435;
  • A instalação é feita em locais estratégicos;
  • Há complementos para orientar pessoas com deficiência visual;
  • As placas apresentam uma mensagem facilmente visível.

Em relação à luminosidade, as placas com fotoluminescência são uma alternativa interessante para orientar as pessoas, mesmo quando há um apagão por causa de falhas na rede elétrica

2. Invista no Sistema de exaustão de pó

Em razão das atividades industriais, ambientes como siderúrgicas, empresas de usinagem ou indústrias especializadas na área farmacêutica possuem mais chances de contaminar o ar e lançar poluentes na atmosfera.

Por isso, contar com equipamentos e sistemas que melhoram a ventilação no ambiente é importante não só para os colaboradores como também para o meio ambiente.

O Sistema de exaustão de pó integra um conjunto de filtros, lavadores e cartuchos que servem para separar o ar e filtrar a qualidade dele. Dentro do sistema, há equipamentos como o lavador de gases, que serve para:

  1. Neutralizar essas substâncias;
  2. Filtrar o gás;
  3. Liberar ar limpo.

Além dos elementos que compõem o sistema de exaustão, outro elemento que ajuda a melhorar a qualidade da ventilação do ambiente é o ventilador de parede, muito requisitado em ambientes fabris e galpões industriais.

3. Preze pela segurança do trabalho

Ter um ambiente de trabalho organizado, seguro, limpo e em boas condições é algo que reflete na saúde ocupacional dos colaboradores.

Não é à toa que normas como a NBR 6 da ABNT tratam da importância que a empresa possui ao fornecer e orientar o uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) dentro das instalações da empresa.

Essa é uma maneira de evitar acidentes de trabalho e trazer benefícios tanto aos colaboradores quanto aos proprietários da empresa.

Além dos EPIs e de uma construção segura, investir em capacitações como um Treinamento para trabalho em altura, promover rodas de conversa sobre melhorias e necessidades no ambiente de trabalho e recolher feedbacks dos colaboradores é importante.

Uma indústria ou empresa mais segura tem maior retorno na produtividade, mais credibilidade no mercado, melhor infraestrutura e é mais valorizada de forma geral.

Contar com empresas parceiras em treinamentos, capacitações, auditorias e especialistas como técnicos de segurança do trabalho ou engenheiros do trabalho é uma boa alternativa para construir uma empresa mais segura.

Agora que você sabe um pouco mais sobre como melhorar a segurança na sua empresa, que tal colocar em prática? Começar com um check-list de falhas, oportunidades e pontos a serem melhorados é uma boa estratégia.