Veja os materiais ideais para a montagem de cozinhas

A cozinha é, certamente, um dos ambientes mais importantes de uma residência ou de um apartamento, sendo indispensável até mesmo nas empresas e nas edificações comerciais. Por isso, é importante planejá-la de modo coerente e funcional.

Além disso, não podemos deixar de lado o aspecto visual do cômodo, que pode ser amplamente otimizado por meio de materiais e itens diversos.

Acompanhe no artigo a seguir, três dos mais essenciais componentes que uma cozinha precisa ter: o piso, os móveis e o teto; e como personalizá-los

Piso

Existem diversas possibilidades quando estamos falando da composição dos pisos, que podem ser feitos de diferentes materiais e gerar uma série de benefícios para o espaço de acordo com a escolha do modelo. Por isso, é fundamental avaliar, em primeiro lugar, as demandas do local e as preferência de decoração.

No geral, o piso de madeira é o mais recomendado, em especial para quem está em busca de conciliar charme e requinte sem prejudicar a segurança e a durabilidade.

Isso ocorre porque a madeira apresenta uma textura sofisticada e visualmente agradável que pode fazer parte de diversas composições. Esse é o motivo pelo qual os tacos são adotados em muitos ambientes e podem ser combinados com vidro, plantas, PVC, gesso, etc.

Uma das questões a serem levadas em conta na hora de adquirir seu piso de madeira é avaliar as instruções da fabricante com relação à conservação do material, pois a madeira se desgasta de acordo com que o piso é utilizado.

Vale ressaltar que, quando bem cuidada, a superfície de um piso de tacos, por exemplo, pode durar mais de dez anos.

No caso de irregularidades, imperfeições, manchas e desgastes, é possível contar com uma Raspadora de tacos que possa tornar a superfície uniforme e, ainda, corrigir as falhas presentes no piso.

Vale a pena, ainda, utilizar produtos especializados para a revitalização da textura desse tipo de superfície.

Móveis

Os móveis da cozinha não costumam variar muito, mas se as escolhas de tamanhos, formatos e funcionalidade não forem condizentes com o espaço disponível é muito provável que as pessoas enfrentem problema cotidianos ao usufruir do cômodo.

Por esse motivo há a necessidade de uma cozinha planejada, que vai muito além da estética, garantindo mais praticidade e agilidade nesse ambiente tão primordial.

Muitas pessoas se perguntam sobre a diferença entre os móveis planejados e os móveis chamados modulados.

Basicamente, os primeiros são aqueles que são feitos sob encomenda e que se encaixam perfeitamente ao seu cômodo, gerando otimização por meio de estruturas fixas.

Enquanto isso, os móveis modulados podem ser desmontados como quebra-cabeças, o que gera benefícios para a otimização e a organização do local.

O mais importante na hora de pensar em sua Cozinha modulada é levar em conta os móveis que são necessários e como eles podem ser instalados de forma dinâmica e inteligente, conforme suas necessidades cotidianas.

Para isso, conte sempre com empresas especializadas e com histórico de qualidade, o que vai assegurar os resultados desejados.

Entre os principais benefícios tanto das cozinhas moduladas quanto das planejadas, podemos destacar os seguintes aspectos:

  • Impacto visual;
  • Funcionalidade no cotidiano;
  • Organização facilitada;
  • Higienização otimizada.

Teto

Agora é hora de falar sobre o teto, que também pode ser revestido de diversas formas e atribui uma série de benefícios para as cozinhas de acordo com o material empregado.

De modo geral, o gesso é um dos mais indicados não só pela sua aparência suave, lisa e sofisticada como também pela facilidade com que ele pode ser moldado e aplicado.

Uma sanca de gesso, por exemplo, pode ser o que faltava em uma cozinha para ela se tornar verdadeiramente elegante.

As sancas podem ser tanto abertas quanto fechadas ou até mesmo invertidas, seu posicionamento no teto vai variar conforme as demandas e preferências de cada projeto. Por isso, contar com profissionais preparados e qualificados, além de material de procedência certificada, é a melhor garantia de bons resultados.

Ao instalar uma Moldura de gesso para teto, é fundamental ter atenção para não prejudicar a estrutura nem gerar irregularidades durante o procedimento, o que poderia colocar em risco a qualidade dos resultados finais.

Dessa forma, vale a pena determinar precisamente todas as intervenções que serão feitas no cômodo, sentando-se junto do projetista para que ele possa indicar os melhores caminhos.

Vale ressaltar que o gesseiro também deve ser qualificado, assim como todos os profissionais relacionados com a instalação de móveis e também com a reparação de pisos de madeira. Isso porque o trabalho técnico e especializado garante mais durabilidade e evita transtornos.