Produtos e ferramentas de uma marcenaria

Desde o corrimão de madeira para escada até as partes da estrutura para a edificação, as madeiras estão presentes em muitas partes de móveis e de imóveis.

Por esse motivo, os serviços de marcenaria são imprescindíveis para quem pretende construir ou reformar uma edificação. Sem eles, o projeto não sai do papel.

Apesar disso, nem todas as pessoas conhecem a complexidade do trabalho dos profissionais da área. Isso pois, além de deter todos os conhecimentos relativos à madeira e à sua manipulação, eles dependem de uma série de equipamentos e maquinas para marcenaria para dar conta do seu trabalho.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira alguns dos itens usados por marceneiros para a confecção de itens de madeira.

  1. Instrumentos de medição

Assim como a construção civil, a marcenaria é uma área que exige exatidão. Afinal de contas, itens confeccionados em madeira, desde rodapés até móveis, são projetados para serem instalados em espaços muito específicos. Portanto, o marceneiro deve ser extremamente criterioso com as metragens.

A boa notícia é que há uma série de ferramentas manuais para marcenaria que podem ajudar na tarefa. Entre elas, estão: trenas, réguas e esquadros, sendo que, no caso desse último, sua função é mensurar os ângulos da peça, de modo a otimizar a sua montagem.

Vale ressaltar que, independentemente do objeto usado, é fundamental que ele tenha sido projetado especificamente para o uso na marcenaria. O motivo por trás disso é o fato de que, ao longo do tempo, a exposição ao pó da madeira pode prejudicar a integridade do item, e, consequentemente, a leitura das medidas.

  1. Serras

Não é preciso ser especialista em marcenaria para saber que esse ofício exige cortar madeira, para, em seguida, unir os pedaços e formar as peças em questão por meio desse processo.

Assim, é fundamental que o profissional em questão deve contar com uma ferramenta de corte potente, como a motosserra profissional. No caso da marcenaria, usa-se diversos tipos de serras, tais como:

  • Serra circular;

  • Serra copo;

  • Serrotes;

  • Serra tico-tico.

Vale ressaltar que, independentemente da serra usada, é fundamental que o seu operador esteja munido de todos os equipamentos de proteção individual (EPIs). Do contrário, há a possibilidade de que aconteçam acidentes graves e potencialmente fatais.

  1. Riscador

Antes de realizar ações como cortes e furos na madeira, é preciso que o marceneiro marque o lugar onde esses detalhes serão posicionados. Deste modo, ele tem uma oportunidade de conferir se o seu posicionamento é o correto, evitando a perda de matéria-prima e garantindo um trabalho com um resultado melhor.

Mais uma vez, há um item que pode ser usado com essa finalidade, e, assim, não deve deixar a caixa de ferramentas do marceneiro: o riscador.

Como o seu próprio nome diz, sua função é produzir riscos na madeira, de modo que o marceneiro possa antecipar suas ações e verificar se elas estão corretas. Ele é especialmente vantajoso durante o manuseio de madeiras escuras, já que, nelas, traços de lápis e caneta são menos visíveis.

  1. Formões

Além de furos e cortes, o trabalho de marcenaria exige a realização de tarefas mais delicadas e detalhadas, de modo a garantir um resultado final de qualidade. Como a madeira é um material rígido e resistente, é fundamental contar com ferramentas adequadas para tal.

A boa notícia é que elas não são difíceis de se encontrar: qualquer loja do marceneiro oferece um jogo de formões para a venda.

Trata-se de produtos que se assemelham a uma chave de fenda, com o diferencial de que eles são projetados para criar sulcos na maneira, técnica que normalmente é usada no momento do acabamento.

Vale ressaltar que, assim como no caso das serras, o uso de formões deve ser feito apenas por profissionais munidos de todos os equipamentos de proteção individual (EPIs) adequados para tal.

O motivo por trás disso é o fato de que eles são itens afiados, e que, consequentemente, podem causar sérios ferimentos em caso de acidente.

Além disso, é interessante que esse item seja usado em conjunto com um malho de madeira. Trata-se de uma espécie de martelo que pode aplicar ainda mais força sobre os formões, fazendo com que o trabalho realizado com ele seja mais eficiente. Do mesmo modo, como ele é de madeira, não causa nenhum dano à ferramenta.